xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.show_simple

dc.contributor.advisorSousa, Rita Catarina Medeiros dept_BR
dc.contributor.authorPinho, Raimundo Adalberto Pacheco dept_BR
dc.date.accessioned2018-03-29T15:06:04Z-
dc.date.available2018-03-29T15:06:04Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationPINHO, Raimundo Adalberto Pacheco de. Investigação da ocorrência do vírus Influenza C em um segmento populacional da região metropolitana de Belém, Pará. 53 f. Dissertação (Mestrado em Virologia) - Instituto Evandro Chagas, Programa de Pós-Graduação em Virologia, Ananindeua, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://patua.iec.gov.br//handle/iec/3113-
dc.description.abstractINTRODUÇÃO Os vírus Influenza pertencem à família Orthomyxoviridae e subdividem-se em três gêneros: Influenzavirus A, Influenzavirus B e Influenzavirus C. Atualmente a atenção dos órgãos responsáveis pela vigilância em saúde, quando se trata de Influenza, é destinada exclusivamente aos vírus Influenza dos gêneros A e B, pela maior gravidade dos seus sintomas e suas características epidemiológicas. Contudo, estudos mais recentes têm revelado a importância das infecções causadas pelos Vírus influenza C. A epidemiologia do gênero Influenzavirus C, até então associada a quadros brandos e assintomáticos de infecção respiratória, carece de dados que elucidem sua sintomatologia e sazonalidade. Diferente dos Vírus influenza A e B, a detecção deste agente infeccioso não está incluída na rotina de diagnóstico dos laboratórios de saúde pública, ocasionando assim, um subdiagnóstico. OBJETIVO Investigar a ocorrência do Vírus influenza C em pacientes com IRA em um segmento populacional e compreender sua sazonalidade na região metropolitana de Belém. MATERIAL E MÉTODOS Baseado no GenBank, foi construído um fragmento sintético de DNA (gBblock-FluC) do gene M do Vírus influenza C. Este fragmento foi clonado utilizando. O cDNA, proveniente da clonagem, foi submetido à reação de transcrição in vitro utilizando o Kit MEGAscript SP6 (Invitrogen - Thermo Scientific) ou alternativamente o kit MEGAscript T7 (Invitrogen- Thermo Scientific) para produção do RNA alvo, que foi quantificado, sendo utilizado como controle positivo, após a realização de uma curva de diluições seriadas (log10). A população de estudo compreendeu 274 indivíduos de ambos os sexos em diferentes faixas etárias, com queixas sugestivas de infecção respiratória aguda, provenientes de serviços de saúde da região metropolitana de Belém. O RNA viral foi extraído a partir do espécime clínico utilizando-se o kit High Pure Viral nucleic acid kit (Roche, Indianapolis, USA), seguindo as orientações do fabricante. A detecção do genoma viral foi realizada através RTqPCR de acordo com protocolo já padronizado. Foram utilizados detectores (iniciadores e sonda) específicos para o gene M do Vírus nfluenza C e para o gene da RNAseP humana (RNP). O controle positivo (RNA sintético de influenza C) e os negativos (água livre de DNAse e RNAse) foram incluídos em cada reação. A reação foi realizada no termociclador 7500 Real-Time PCR (Applied Biosystems - Thermo Scientific), com o kit comercial GoTaq Probe 1-Step RT-qPCR System (Promega). RESULTADOS O genoma viral foi detectado em 0,36% (1/274) das amostras analisadas. O espécime positivo foi proveniente de um paciente do sexo feminino, 22 anos de idade, a qual se encontrava no 3º trimestre gestacional. Os sintomas principais foram dispneia, acompanhada de febre, tosse, mialgia, desconforto respiratório, coriza, cafaleia, congestão nasal e afirmou ser portadora de bronquite asmática. Este achado evidencia a circulação do Vírus influenza C no Brasil.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherInstituto Evandro Chagaspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleInvestigação da ocorrência do vírus Influenza C em um segmento populacional da região metropolitana de Belém, Parápt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.decsPrimaryInfluenza Humana / diagnósticopt_BR
dc.subject.decsPrimaryVírus da Influenza A / patogenicidadept_BR
dc.subject.decsPrimaryVírus da Influenza B / patogenicidadept_BR
dc.subject.decsPrimaryGenoma Viralpt_BR
dc.subject.decsPrimaryInfluenzavirus C / isolamento & purificaçãopt_BR
dc.creator.affilliationMinistério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Instituto Evandro Chagas. Ananindeua, PA, Brasil.pt_BR
dc.degree.grantorInstituto Evandro Chagaspt_BR
dc.degree.levelMestrado Acadêmicopt_BR
dc.contributor.advisorcoSantos, Mirleide Cordeiro dospt_BR
dc.contributor.memberMachado, Luiz Fernando Almeidapt_BR
dc.contributor.memberMascarenhas, Joana D'Arc Pereirapt_BR
dc.contributor.memberResque, Hugo Reispt_BR
dc.contributor.memberSoares, Luana da Silvapt_BR
dc.degree.departmentNúcleo de Ensino e Pós-Graduaçãopt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Virologiapt_BR
dc.degree.localAnanindeua / PApt_BR


xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-files-head

Thumbnail

xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.head_parent_collections

xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.show_simple