xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.show_simple

dc.contributor.authorGalvão, A. L. A-
dc.contributor.authorDamasceno, R. G-
dc.date.accessioned2018-09-24T17:25:30Z-
dc.date.available2018-09-24T17:25:30Z-
dc.date.issued2002-
dc.identifier.citationGALVÃO, A. L. A; DAMASCENO, R. G. Alguns dados experimentais sôbre a ação do DDT e do piretro contra o Anopheles darlingi (Publicado originalmente em 1947). In: INSTITUTO EVANDRO CHAGAS (Belém). Memórias do Instituto Evandro Chagas, v. 4. Belém:Instituto Evandro Chagas, 2002. p. 295-315. (Produção científica, v. 4).pt_BR
dc.identifier.issn85-86784-02-8-
dc.identifier.urihttp://patua.iec.gov.br//handle/iec/3370-
dc.description.abstractA mortalidade de A. darlingi em uma casa de madeira tratada pelo DDT dissolvido em querozone e numa concentração final de 2.09gr por m2 (195mgr por pé quadrado) observada na oitava hora de permanência nas gaiolinhas, foi a seguinte, nos diferentes meses após o tratamento: primeiro mês: 97.3%, segundo – 96.4, terceiro – 92.1, quarto – 95.3, quinto –72.9, sexto –67,7, sétimo – 42.2. No mesmo período a mortalidade numa casa controle foi respectivamente de 4.4; 3.9; 3.3; 10.4; 3.7; 4.5 e 6.3. Os autores concluem que em casas de madeira o DDT residual poderia ser ap1icado em intervalos de quatro meses nos climas em que não há interrupção na reprodução dos A. darlingi e talvez duas vêzes por ano nos climas em que o inverno interrompe tal reprodução. As capturas na casa tratada com DDT feitas com janelas fechadas e abertas não deram diferença apreciável no ponto de vista profilático, o que faz prever que êste inseticida será igualmente eficaz nos ranchos desprotegidos de nossa população. O expurgo com piretro reduziu muito o número dos A. darlingi nas noites de sua aplicação, mas aparentemente esta redução não atingiu uma densidade insuficiente para a transmissão da Malária. A ação do piretro não é duradoura para o A. darlingi, não havendo diminuição sensível da densidade dêste anofelino nas noites subsequentes às do expurgo.pt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherMS/SVS/Instituto Evandro chagaspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleAlguns dados experimentais sôbre a ação do DDT e do piretro contra o Anopheles darlingi (Publicado originalmente em 1947)pt_BR
dc.typeCapítulo de Livropt_BR
dc.subject.decsPrimaryDDT / uso terapêuticopt_BR
dc.subject.decsPrimaryDDT / farmacologiapt_BR
dc.subject.decsPrimaryPiretrinaspt_BR
dc.subject.decsPrimaryAnopheles / efeitos de drogaspt_BR
dc.subject.decsPrimaryMortalidadept_BR
dc.creator.affilliationUniversidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. São Paulo, SP, Brasil / Ministério da Educação e Saúde. Serviço Especial de Saúde Pública. Instituto Evandro. Programa da Amazônia. Belém, PA, Brasil.pt_BR
dc.creator.affilliationMinistério da Educação e Saúde. Serviço Especial de Saúde Pública. Instituto Evandro. Programa da Amazônia. Belém, PA, Brasil.pt_BR


xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-files-head

Thumbnail

xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.head_parent_collections

xmlui.ArtifactBrowser.ItemViewer.show_simple